Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Burro na Mesa

Antro de estupidez onde jazem comentários de conteúdo variado | BLOG DE HUMOR

Burro na Mesa

Antro de estupidez onde jazem comentários de conteúdo variado | BLOG DE HUMOR

É Carnaval, mas levaram a mal

A premissa «é carnaval, ninguém leva a mal» está claramente ultrapassada e démodé. Se a expressão fosse sujeita a avaliação do Polícia da Moda, ser-lhe-ia atribuído, provavelmente, um grande cartão vermelho. E digo isto, porque, ao que parece, o carnaval de Torres Vedras e a paróquia da cidade entraram em conflito, visto que a Igreja considerou ofensiva uma escultura presente num carro alegórico. A escultura em questão é a figura de uma Nossa Senhora com cara de bola de futebol. Nada disto teria relevância se a Câmara Municipal não se tivesse associado à Igreja e ordenado a retirada da dita escultura do carro alegórico.

carnavalltorresvedras.png

 

Muitas pessoas dizem que as palavras «Igreja» e «censura» andam sempre de mãos dadas e serão, por ventura, indissociáveis. Já eu, não me atrevo a dizer tal coisa, porque a Igreja censura tanto que nem sequer permite que o diga! Aliás, segundo eles, censura, holocausto, inquisição e pedofilia na religião são meramente ficção.

 

No entanto, tenho de reconhecer a indignação de alguns. O facto de Nossa Senhora ter uma cara de bola vai contra os preceitos da religião Católica, já que para que a bola fique cheia, terá de ter sido penetrada por uma agulha ligada a uma bomba de ar, e todos nós sabemos que Nossa Senhora é imaculada, completamente virginal e impenetrável. Portanto, a menos que Bruno Melo, o escultor da obra, alegue que a bola ficou cheia por obra e graça do Espírito Santo, concordo e compreendo a indignação. (Já agora, um pequeno aparte: por falar em agulha, futebol e religião, já repararam que é mais difícil encontrar um futebolista que não seja religioso do que encontrar uma agulha num palheiro?).

 

Agora, deixando-me de ironias e truques semelhantes, devo dizer que compreendo efetivamente a posição da paróquia de Torres Vedras. É que se colocam uma bola no lugar da cabeça da santa, as pessoas começam a topar que existe ali uma parte que é realidade e outra que é fantasia. E eu garanto-vos que vi bolas de futebol e que estas são bem reais. Já santas, só acredito numa, que é a banda Santamaria, mas até nesses preferia não acreditar.

publicado às 08:00

1 comentário

Comentar:

CorretorMais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Mais sobre mim

imagem de perfil

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D

Blogs Portugal