Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Burro na Mesa

Antro de estupidez onde jazem comentários de conteúdo variado | BLOG DE HUMOR

Burro na Mesa

Antro de estupidez onde jazem comentários de conteúdo variado | BLOG DE HUMOR

Atirei o pau ao gato, o gato não morreu, mas toda a gente se queixou

Para hoje, proponho um exercício de análise das várias perspetivas em torno da música infantil “Atirei o pau ao gato”. Se por um lado pode ser apenas uma canção inocente que serve para entreter crianças, por outro pode ser um forte motivo de contestação que indigna adultos infantis, provocando-me assaz regozijo.

A mais comum e conhecida crítica à dita canção parte dos ferozes defensores dos animais, que afirmam que um pau é capaz de aleijar. Surgiu, portanto, a alternativa de atirar o peixe ao gato…. Exatamente! A solução dos defensores dos animais é atirar a um animal outro animal. A letra da música passa a ser a seguinte: «Atirei o peixe ao gato/ mas o gato não comeu/ Dona Chica admirou-se/ Com o berro que o gato deu». E a minha pergunta é a seguinte: mas que raio de felino é que dá um berro quando lhe atiram um peixe? Será um gato vegan? Será que o peixe estava cheio de óleo e a Dona Chica precisa de uma intervenção do Chef Ljubomir? Será que a refeição do bicho não vinha acompanhada de um suminho detox? É uma questão de ir a uma aula de biodanza ver se encontramos o André Silva do PAN e perguntar-lhe.

Outra perspetiva é a da extrema direita. Surpreendentemente, ainda não se lembraram de criticar a cantiga, mas aqueles cérebros também não dão para mais. No entanto, eu estou cá para manter acesa a chama homofóbica do PNR. Como assim atirar um pau – claramente uma metáfora do pénis – a gato, um mamífero masculino? Será que a canção está a incentivar à homossexualidade das crianças? Será que a Maria José Vilaça e Deus Nosso Senhor – dupla mais famosa da atualidade desde o desmantelamento da dupla Manuel Luís Goucha e Cristina Ferreira – sabem disto? É uma questão de irmos à secção de venda de coletes amarelos da estação de serviço de Aveiras ver se encontramos um grunho qualquer e perguntar-lhe.

O último ponto de vista é a dos defensores do pau. Então ninguém se preocupa com os sentimentos do objeto de arremesso? Para mim, esta é a única perspetiva legítima, porque se há gente que reclama com os móveis quando batem com o mindinho do pé numa das suas esquinas, também a devia haver para defender a pobre da madeira. E se repararem bem, não há pior destino do que ser madeira, porque das três uma: ou se acaba queimada, ou feita em aparas de lápis numa afiadeira de um miúdo baboso da primária ou pior… Nas mãos do Alberto João Jardim…

publicado às 21:24

Tudo corre mal a Ronaldo

O prenúncio de um fim trágico está à vista de todos. Se é verdade que as paredes amarelas na «Toca» de Maria Eduarda e de Carlos da Maia eram presságio de um fim trágico na obra de Eça de Queiroz, também não é mentira que o nome «Ronaldo» está condenado a fatalidades. Calma, Cristiano não vai dormir com Kátia, Elma ou até mesmo Hugo Aveiro. Neste caso, a desgraça é de outro calibre. Senão, vejamos: Ronaldo Fenómeno acabou com barriga de churrasco e de cerveja; Ronaldinho Gaúcho acabou como começou, com enorme talento para comer cenouras graças ao seu potente e saliente maxilar superior; e Ronald Reagan acabou com Alzheimer (doença com nome potencialmente de origem muçulmana, coisa que qualquer Republicano de jeito abomina). Tudo isto é horrendo, mas existe ainda um Ronaldo cujo inevitável fim se aproxima: o melhor do mundo!

Mas qual será então o fim do atleta da Juventus? Muitos especulavam que seria a questão fiscal em Espanha, outros que seria o regresso das suas madeixas loiras. No entanto, o cenário mais provável será a suposta violação de uma mulher em Las Vegas, em 2009. E estas acusações surgem no mesmo momento em que Cristiano está a ter uma crise de golos (já quase ultrapassada), em que perde o prémio de melhor do mundo para Luka Modric e o prémio de melhor golo para um golito de Mohamed Salah e após o momento em que aceita chamar Alana Martina à sua filha mais nova. Tanto infortúnio, tanta desgraça e tanta dor que dava uma telenovela portuguesa… da TVI… que provavelmente ganharia um Emmy, porque o Cristiano ganha tudo…

Posto isto, venho propor uma solução eficaz e que colocará o futebolista longe daqueles fatos cor-de-laranja das cadeias americanas que não favorecem ninguém (disse-me o Polícia da Moda da CMTV, juro). Basta que o crime seja julgado em Portugal, já que só 37% dos condenados por agressões sexuais é que cumprem pena na cadeia. Fácil!

Agora, da má fama já não se livra Ronaldo, e nem é por ter alegadamente estuprado uma mulher. O problema é que vai passar a incluir-se no grupo de portugueses envolvidos em escândalos sexuais, notavelmente frequentado por nomes como José Castelo Branco e Renato Seabra.

 

(Texto de 3 de outubro de 2018)

publicado às 21:19

CSI Montijo

Criminosos do meu país,

 

Por muito triste que possa ser esta mensagem, a realidade por vezes tem contornos aos quais não conseguimos ficar indiferentes. Atualmente, todo e qualquer bandido em Portugal é caçado pelos senhores bófias. Mas atenção, não são os ditos bófias que se andam a superar, usando técnicas mais sofisticadas. A culpa é vossa, que já nem esconder uma armazinha do crime sabem!

O amadorismo do crime em Portugal ultrapassou todos os limites. Hoje em dia, um episódio do Inspetor Max não durava mais de 5 minutos. Aliás, se o crime em Portugal tivesse de ser uma série de televisão, mais depressa seria um "Camilo, o assassino" do que um "CSI Montijo". 

Vá lá, criminosos... Esforcem-se um bocadinho... Ao pé dos vossos crimezinhos, o Hernâni Carvalho parece um Dostoyevsky e eu cá tenho tantas saudades de ver especialistas em linguagem corporal a falhar redondamente nos seus comentários nos canais sensacionalistas do costume... Sinto nostalgia das 17 horas seguidas em que as televisões perguntavam a opinião de todas as pessoas altamente desinformadas da região. Infelizmente, já não temos acesso aos labregos, saloias e tansos das terras onde ocorreu o crime, só porque o palerma do criminoso não sabe planear o delito em condições. Em menos de 17 horas, já a Polícia Judiciária descobriu todos os pelos debaixo do tapete... Será assim tão complicado esconder provas? É que há garotos do 8º ano a esconder maços de tabaco na mochila de forma mais eficaz do que homicidas a esconder corpos da PJ...

Sois a vergonha de Agatha Christie. Sois o desgosto de Ana Maria Magalhães e Isabel Alçada. Sois o orgulho da Mãe Metralha.

 

(Texto de 1 de outubro de 2018)

publicado às 21:16

Mais sobre mim

imagem de perfil

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D

Blogs Portugal